domingo, 16 de janeiro de 2011

Capoeira quais os beneficios???





Por Myrian Rosário

Movimentar todos os grupos musculares, alcançando maior flexibilidade e capacidade cardiorrespiratória. Tudo isso com muito ritmo e alegria. Esses são alguns dos benefícios da capoeira, um esporte que vem conquistando espaços no meio evangélico, inclusive, entre as mulheres e crianças. "As mulheres devem praticar capoeira, pois é uma atividade física que desenvolve aspectos positivos em relação à saúde e resistência cardiovascular, além de proporcionar mais disposição aos seus praticantes", declara o professor Hélio Silva, líder no Ministério de Capoeira Aba Pai.

Antes de iniciar a atividade, Hélio aconselha aos pais e iniciantes a pesquisarem sobre a formação e currículo do professor. "A capoeira não é uma atividade violenta, pois em seu contexto de fundamentação podemos afirmar que 70% de sua prática caracteriza-se por defesa e seus movimentos, muitas vezes, são para demonstração. Sua prática não oferece perigo, desde que o profissional, Mestre ou professor que ministra aulas seja consciente e bem preparado para exercer a função de educador nesta área", alerta. "Por ser luta e arte marcial existe certo risco para quem se propõe a tornar esta pratica, que é um jogo, em competição de caráter agressor, por isso ressalto que depende de seu praticante para ela ser transformada em violenta ou não", completa.

O professor ministra aulas de capoeira em colégios particulares desde o mini-maternal até o fundamental dois. "O mais indicado é que a criança inicie a prática a partir de 4 anos. Mas também desenvolvo um trabalho de capoeira lúdico-recreativa, para crianças a partir de um ano de idade", revela. 

Benefícios Fisiológicos 

De acordo com estudiosos, as capoeiras em seus mais diversos aspectos têm uma fisicalidade instigante que desperta em seus praticantes um bem-estar em fazer e viver a capoeira, seu ritmo é um dos pontos que fazem com que ela seja peculiar e forte em seus benefícios. O ritmo faz parte da vida, da natureza. Nenhum elemento vivo existe sem sua presença. Os batimentos cardíacos, o crescimento das plantas, o caminhar dos animais, a respiração, a alimentação, o sono, tudo se faz por meio do ritmo. 


Sabe-se que a prática do esporte estimula a produção de "endorfina". Esta substância, elaborada pelo próprio organismo do esportista, reduz efeitos analgésicos, excitantes ou tranqüilizantes, fazendo com que o capoeirista sinta a necessidade constante e reiterada do exercício. "Com a prática da capoeira, a musculatura torna-se mais alongada, aumentando a flexibilidade e, conseqüentemente a agilidade", explica o professor. "Diferente dos esportes anaeróbicos, a capoeira acarreta hipertrofia muscular, associada a um alongamento dos músculos, ou seja, o capoeirista tem um desenvolvimento da musculatura, associado a flexibilidade e agilidade".

Hélio Silva lembra que há uma melhora do "desempenho" cardio-respiratório, com desenvolvimento da musculatura cardíaca e aumento da capacidade pulmonar, levando a uma maior resistência aeróbica.     

Diante da prática característica da capoeira, podem ocorrer lesões. "As lesões mais freqüentes são entorses, contusões e injúrias musculares e articulares", observa o professor. "O aquecimento e o alongamento podem ser considerados excelentes prevenções para a ocorrência das lesões"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário